Cromoterapia – A Terapia das Cores

Cromoterapia é a ciência que restaura o equilíbrio energético do organismo através das cores, essa técnica é utilizada para transmutar as vibrações para uma frequência que conduza a harmonia e ao bem-estar.

A aplicação da cromoterapia em áreas específicas e pontos de acupuntura do corpo, promove suavemente a estabilidade que o organismo necessita para realizar suas funções adequadamente.

Por que a cromoterapia funciona?

A ciência moderna reconhece os benefícios que a luz e as cores trazem à saúde. Muitos acreditam que esse tratamento do passado, será o remédio do futuro. Albert Szent-Györgyi, vencedor do Prêmio Nobel e inventor da vitamina C, reconheceu o quão fortemente somos afetados pela luz e pelas cores.

Em 1876, o Dr. August Pleasenton descobriu os efeitos da cromoterapia nas plantas, animais e seres humanos. Um ano depois, o Dr. Edwin Babbitt escreveu uma teoria completa sobre o poder de cura das cores.

O que se sabe hoje sobre os efeitos benéficos do tratamento através da cromoterapia é essencialmente devido ao trabalho do dr. Ghadiali, pesquisador médico, químico e físico que criou uma enciclopédia de três volumes publicados em 1933, chamou a ” Spectro-Chrome Metry Encyclopedia “.

Nesse artigo, esse médico descreve como as cores são capazes de curar doenças. Na época o tratamento foi feito em 316 pessoas com diferentes enfermidades.

Em 1958, o Dr. Gerard concluiu que entre os efeitos psicotrópicos das cores, também se observou melhorias no humor e no comportamento das pessoas.

Em 1970, os pesquisadores da NASA investigaram os efeitos das luzes LED e levaram a uma terapia fotodinâmica, utilizada atualmente em diversas aplicações.

Pacientes de câncer de mama que foram submetidas a radioterapia, receberam um tratamento com luzes LED vermelhas, esse tratamento reduziu consideravelmente as dores que sentiam.

O mecanismo básico de ação dos campos de luz e eletromagnético, baseado em diferentes processos fisiológicos humanos, baseia-se nas diferentes frequências que são produzidas pelas cores, podendo afetar diferentes moléculas presentes em todas as células do corpo.

Estudos mostram que a aplicação de diferentes cores (no espectro visível) é capaz de influenciar a secreção de hormônios e neurotransmissores, regulados pelo hipotálamo.

Os efeitos de diversas ondas eletromagnéticas no corpo humano já são conhecidos, luz infravermelha, microondas, raios ultravioleta, raios X e raios gama, portanto, não é de se surpreender que as ondas eletromagnéticas da luz visível (em seus diferentes comprimentos de onda ou suas diferentes cores) influenciam em diversas funções do nosso organismo.

Existem diversas técnicas que utilizam os princípios da cromoterapia para aliviar os sintomas de várias doenças.

Cromopuntura

Talvez você nunca tenha ouvido falar em cromopuntura.

A cromopuntura, baseada em mais de 30 anos de pesquisas, é uma técnica com princípios semelhantes aos da acupuntura. Trata-se de estimular certos pontos energéticos no corpo, mas em vez de agulhas, são utilizados feixes de luz com a cor terapêutica adequada ao tratamento.

Num estudo realizado por médicos cubanos em 2003, foram tratados 100 pacientes com asma, alergias, doenças de pele e outras doenças. A cromoterapia foi realizada usando um dispositivo especial que gerava feixes de luz.

Este dispositivo pode gerar raios de luz em verde, amarelo, vermelho e também no infravermelho

Antes do início da terapia, os assistidos foram diagnosticados pela medicina tradicional asiática para determinar quais pontos deveriam ser estimulados.

Os assistidos se submeteram a 15 sessões diárias de tratamento com o dispositivo, onde o aparelho foi colocado em contato direto com a pele nos locais apropriados, para evitar a perda de energia luminosa.

No final dessas sessões houve uma eliminação ou redução dos sintomas em 87% dos assistidos.

Terapia Fotodinâmica

Técnica desenvolvida há 20 anos baseia-se no fato de que certas substâncias químicas fotossensíveis são capazes de identificar células cancerígenas e destruí-las.

Essas substâncias são injetadas na corrente sanguínea do paciente, que é exposta à luz ultravioleta ou infravermelha e os produtos químicos fotossensíveis transformam ou destroem as células não conformes.

Thomas Dougherty, foi o criador da terapia fotodinâmica, ele fez um experimento em 3000 pessoas com diversos tipos de câncer e os resultados foram positivos.

A terapia fotodinâmica é um tratamento eficaz para certos tipos de câncer de pele, como carcinoma superficial de células basais, e também é útil para eliminar doenças pré-cancerosas.

Também foram realizados experimentos em animais, com excelentes resultados, os cientistas acreditam que essa técnica é realmente muito promissora porque é capaz de combater bactérias resistentes a vários antibióticos.

Terapia com LED

A Terapia luminosa foi um procedimento utilizado por diversas sociedades antigas com o objetivo de tratar diversas patologias cutâneas, obtendo a reparação do tecido e cicatrização de feridas.

A terapia luminosa por LED é uma ótima alternativa de tratamento para as patologias da pele e o mais importante é que esses tratamentos são livres de dor ou efeitos colaterais.

A técnica LLLT usa luz laser de baixa intensidade para modular ou estimular a função de certos tecidos.

Até os anos 90, a fototerapia era dominada por lasers. Embora já existissem as luzes LED, não era possível produzi-las constantemente com um certo comprimento de onda (cor) para obter um bom efeito clínico. Mas em 1998, os pesquisadores da NASA desenvolveram fontes de luz LED poderosas e estáveis.

Observou-se sua utilidade no controle da dor em casos de neuralgia pós-herpética e no tratamento de várias patologias dermatológicas, como dermatite de contato e rosácea atópica, entre outras. O tratamento com luzes LED a 830 nanômetros (próximo ao infravermelho) é capaz de reduzir a dor aguda e crônica em atletas profissionais.

A luz azul na superfície da pele afetada causa a liberação de radicais livres que matam a bactéria causadora da acne, “Propionibacterium acnes”, sem prejudicar a pele saudável

Também foi utilizada no controle da dor em casos de neuralgia pós-herpética e no tratamento de várias condições dermatológicas, como dermatite de contato e rosácea atópica, entre outras.

A terapia LED é uma excelente aternativa para tratamentos a laser de baixa intensidade.

A eficiência no tratamento de diversas patologias da pele, cicatrização de feridas e reparação do tecido sem dor ou efeitos colaterais no assistido, minimiza problemas de saúde pública.

O Efeito da Cor no Comportamento Humano

Pesquisas demonstraram que as cores do ambiente também podem influenciar o humor e o comportamento das pessoas.

A cor rosa, por exemplo,  tem um efeito calmante, capaz de suprimir atitudes agressivas e hostis, mesmo entre pessoas consideradas de alta periculosidade.

Se uma pessoa é cercada por uma ambiente rosa, suas atitudes hostis tendem a desaparecer.

Já a presença da cor amarela parece ter o efeito contrário. A presença dessa cor nas luzes da rua tem sido associada a um aumento da incidência de crimes violentos. Pelas observações nessas pesquisas, as cores quentes demonstraram serem estimulantes em pessoas com depressão ou neurastenia. Por outro lado, cores frias teriam o efeito contrário.

Fisiologicamente, todas as cores têm um efeito perceptível. Tons quentes aumentam a frequência da respiração, a frequência do piscar e a condutividade na palma da sua mão (devido ao efeito no sistema nervoso autônomo).

Cores frias abaixam a pressão sanguínea, aliviam a tensão, cãibras musculares e reduzem a frequência de piscar.

A cor trabalha em nosso organismo e chega aos nervos, células, glândulas e os músculos. A cor brilha na aura e irradia a luz do sol sobre o organismo, seu poder ativo exerce grande influência sobre a nossa consciência, espírito e alma.

O organismo humano, seus órgãos, músculos, células e nervos possuem um nível de vibração que quando em desequilíbrio afeta o emocional e manifesta-se em patologias no corpo físico. Cada cor tem sua própria frequência e vibração. Um estudo publicado pelo “National Institutes of Health”- EUA, observou que a terapia com cores melhorou significativamente o emocional das pessoas, harmonizando as energias, o que trouxe melhora significativa no estado de saúde das pessoas.

A Chromoterapia tem suas origens nas antigas culturas antigas da China, Grécia e Egito, cerca de 4.000 anos antes de Cristo.

Embora pareça que os egípcios foram os pioneiros no uso da cor para fins terapeuticos, os gregos foram os primeiros a documentar suas práticas e teorias cromoterapêuticas.

Paracelso, médico renascentista dizia que luzes e cores exerciam uma função importante na saúde humana e se utilizava dessas técnicas terapeuticas no tratamento de inúmeras enfermidades.

Histórico

No início do século XIX houve uma grande expansão da medicina tradicional o que levou a humanidade ao esquecimento da medicina natural. Gerou-se uma cultura materialista, colocando a medicina tradicional, não menos importante, como o único meio para o restabelecimento da saúde, o que foi um prejuízo muito grande para a humanidade, pois cores e luz são utilizadas como tratamento para diversos problemas desde o início dos tempos..

Os antigos papiros do Egito contam que as cores eram utilizadas para curar o corpo físico e despertar as faculdades espirituais. Os antigos egípcios trabalhavam em salas do tipo solário com painéis de vidro coloridos. O sol brilhava através do vidro e inundava o paciente de cor. Algumas pessoas usavam panos de seda coloridos, que eram colocados no corpo e depois inundados pela luz solar, também usavam água com infusão de cores e meditações de cores para enviar raios de cura a distância para o enfermo.

Os egípcios acreditavam que os Deuses da época também se utilizavam da cromoterapia, a cor amarela, por exemplo, era utilizada por Isis para estimular o mental, a cor vermelha era usada por Osiris para estimular a força vital. Segundo alguns papiros encontrados o Deus Thoth era considerado o mestre das cores.

Na Grécia, usavam a técnica denominada helioterapia que se utilizava das cores da luz do sol em determinados horários de incidência solar em suas terapias.

Para os antigos chineses tudo tinha relação com os cinco elementos: Fogo, madeira, metal, terra e água. Eles também utilizavam as cores nos estudos dos seus diagnósticos como por exemplo a coloração da pele e rosto

  • Vermelho = alterações no coração
  • Amarelo = perturbação no baço
  • Branco = perturbação nos pulmões
  • Escuro = problemas renais
  • Esverdeado = problemas no fígado

Vários estudiosos modernos concluíram através de suas pesquisas que a cromoterapia surgiu como ciência de fato no Egito Antigo. Médicos e Sacerdotes da época tratavam os enfermos utilizando a técnica das cores e também utilizavam plantas, flores e cristais.

Retomada do Conhecimento Perdido

A humanidade já está retomando este conhecimento. Há estudos sobre o significado das cores e sua utilização em ambientes de alimentação, hospitais, escolas e ambientes de tratamento. Se prestarmos atenção, notaremos que ambientes de empresas do mesmo ramo utilizam cores similares, como por exemplo as praças de alimentação.

Isso acontece porque os olhos interpretam as cores, e essa vibração é percebida não somente pela visão, ela impacta em todos os sistemas e órgãos do corpo e esses órgãos reagem as frequências enviadas pelas cores, e quando aplicadas em partes específicas do corpo, revigoram áreas doentes desobstruindo a energia bloqueada.

Graças aos estudiosos ocidentais a medicina natural vem ganhando cada vez mais adeptos no Ocidente e muitos estão procurando a terapia com plantas, reiki, massagem, respiração e cromoterapia para complementar seus tratamentos e prevenir doenças.

Os terapeutas hindus entendem que a cor é objetiva e subjetiva, agindo sobre o corpo sutil num nível de energia que atinge os corpos mental e físico.

O pesquisador russo Kirlian, conseguiu evidenciar a existência do corpo de energia ou sutil, de uma forma quase científica, através da foto Kirlian.

Os antigos afirmam que as cores desempenham um papel importante no equilíbrio do corpo sutil e a sua saúde.

Hoje, existem muitos praticantes que usam cor e luz de maneiras interessantes. Alguns terapeutas têm uma caixa com um mecanismo que cintila a luz nos olhos. Eles relatam sucesso em acelerar a recuperação de vítimas de derrame e de pessoas que sofrem de depressão crônica.

Alguns curandeiros recomendam o uso de óculos com lentes coloridas. Os profissionais de Feng trazem cor para as nossas casas e locais de trabalho, visando o equilíbrio de energia.

Significado das Algumas Cores

Vermelho:  traz calor, energia e estímulo; portanto, bom para fadiga, resfriados, pessoas frias e passivas. Equilibra todos os órgãos e sentidos, principalmente a circulação do sangue e do coração.

Amarelo: Aumenta o tônus neuromuscular. Purifica o sangue e ajuda na digestão e tem um efeito de limpeza. Estimula massivamente a felicidade, traz a sensação de segurança e bem estar.

Verde: É uma cor refrescante e sedativa, ajuda a reduzir o inchaço das articulações e tecidos; acalma o sistema nervoso do corpo. É a cor do coração relaxado.

Azul Turquesa:  aumenta a intuição e a sensibilidade.Relaxa a mente, atua como um tonificador e ajuda a regular os desequilíbrios no sistema pulmonar e intestino grosso. Abre caminhos para o crescimento espiritual.

Azul: É uma cor fria, calmante. Estimula o sistema parassimpático, reduz a pressão sanguínea, acalma a respiração e os batimentos cardíacos. Ajuda a tratar distúrbios do sono e dores de cabeça

Violeta: Fortalece os efeitos da medicação. Promove o bom funcionamento do sistema linfático e é muito útil na menopausa.É a cor para neutralizar as feridas emocionais e fortalece o crescimento espiritual.

As cores realmente possuem uma grande influência sobre as nossas vidas, se soubermos usá-las poderemos ter grandes benefícios,  portanto, a cromoterapia pode ser um tratamento muito útil sob várias condições.

Todas as modalidades terapêuticas atuando em conjunto levam ao estado de equilíbrio e ajudam a eliminar a origem da doença, promovendo a cura real dos corpos mental, emocional, espiritual e físico.

A atual Medicina Energética como florais, reiki, acupuntura, homeopatia entre outras modalidades, representa o ressurgimento do conhecimento e disseminação da Medicina Natural que ficou adormecido por milênios.

Referências:

https://de.thpanorama.com/blog/psicologia/qu-es-la-cromoterapia-y-cmo-funciona.html

https://revista.pgsskroton.com/index.php/ensaioeciencia/article/viewFile/2846/2699

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16414908

https://es.wikipedia.org/wiki/Cromoterapia.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3799034/

| Website

Eu sou Anita, estudiosa dos mistérios ocultos que envolvem nosso planeta e a humanidade. Gosto de divulgar conhecimentos sobre a espiritualidade e as mensagens da querida Federação Galáctica formada por seres de luz, que nos trazem informações para ajudar o nosso planeta e seus habitantes no processo de ascensão pessoal e coletivo. O ego é limitante, não possibilita a evolução da consciência e nela precisamos colocar a ideia do diferente e aceitá-la. Somente com a expansão da consciência poderemos mudar a nossa realidade. De mãos dadas nos abrimos ao progresso e ao amor que é a mais pura energia do universo. Não estamos sozinhos e precisamos abrir nossas mentes e nossos corações para recebermos os aprendizados que sempre nos são transmitidos. Procuro depositar todos os anseios no poder do criador, acredito na abundância, no amor, aprecio o mover da justiça. Meu propósito é divulgar a grande proteção e amor que recebemos dos seres iluminados, aprender a encorajá-los a enxergar além do que os olhos mostram, para experimentarem as coisas mais lindas e sublimes existentes na nossa realidade. Oferecer a visão de sentirem no coração a graça da plenitude e energia cósmica. Precisamos nos renovar e restaurar o arranjo da excelência, abrir nossos olhos e ouvidos para a verdade. Temos força, temos luz e podemos gerar tudo o que desejamos. A espiritualidade representa o novo amanhã. Meu único filtro é o coração, não sigo dogmas, religiões ou tradições. É preciso haver luz, é preciso haver cura, é preciso haver o bem. Bençãos!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!